18 abril 2011


esta noite, pouco antes da meia-noite, a rtp2 mostra-nos "as praias de agnès", um filme quase doméstico realizado por agnès varda, e que é também um tratado autobiográfico sobre os afectos, a memória, a alegria solar que herdámos de tudo o que fomos, como se ainda fôssemos tudo isso (todos esses) - que ainda somos, de facto. é um filme precioso, comovente, de uma espantosa autenticidade, ao mesmo tempo que connosco partilha uma criatividade plástica luminosa. lá está, é a lenga-lenga de sempre: quando a ética (positiva) e a estética andam de mãos dadas, às vezes, o resultado é sentirmo-nos gratos por poder testemunhar coisas assim. acreditem: vale a pena ficarmos acordados, um bocadinho até mais tarde. não é todos os dias que da televisão nascem flores.

1 Comments:

Blogger Jamil S.P. said...

assisti recentemente no festival 4+1, em que foi premiado; também super recomendo.

quarta-feira, abril 20, 2011 5:58:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home