01 fevereiro 2010

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

a thing of beauty is a joy forever. glad you're back.

terça-feira, fevereiro 02, 2010 9:06:00 da tarde  
Blogger JB said...

Vi este filme há algumas semanas. Bonito, muito bonito. Talvez um pouco lento, impróprio para uma sessão da meia-noite. Fica a recordação da estética e de que já não se morre de amor, mesmo que esse padecimento venha mascarado de tuberculose. Só se sofre, mas isso é de sempre. E será para sempre.

quarta-feira, fevereiro 03, 2010 7:54:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home