04 novembro 2008


joan as policewoman, 'to america'


através de um excerto da estupenda canção que é 'to america', de joan as policewoman, aqui ficam os meus votos de que, logo mais, estejamos todos a assistir a um bocadinho de história a acontecer.

temos de ter cuidado com as expectativas. demasiadas expectativas poucas vezes conduziram a bom porto, todos sabemos. nenhum dos candidatos a presidente dos estados unidos da américa é o messias; nenhum tem uma varinha mágica; qualquer dos dois será, antes de mais, presidente do seu país (e não, como por vezes parecemos pensar, presidente de todos os descontentes civilizacionais).

seja o senador obama o vencedor, seja o senador mccain a ganhar as eleições, fazemos de votos de que sejam a 'mudança tranquila', que não se esqueçam que são falíveis e que, por isso mesmo, a primeira medida deverá ser rodear-se, campanha terminada, por pessoas decentes - os melhores dos melhores. basta de 'jovens turcos', de 'falcões sobre washington', de 'governadoras do alaska'.

o 'flores de inverno' é um espaço para além deste tempo, por isso não manifesta opiniões políticas. já o autor do 'flores de inverno', porque essa, ao contrário do que muitos pensam, é uma obrigação fundadora da cidadania, exercerá, na sua consciência, o seu 'voto'.

que sejam anos de paz e da prosperidade possível. que venha aí qualquer coisa boa, um pouco mais de humanidade, à escala global. que a 'real politik' não seja fim, meio e princípio; que, qualquer que seja o resultado, o vencedor esteja à altura da herança desse país incontornável que deu ao mundo alguns dos mais visionários, alguns dos mais extraordinários seres humanos que a nossa espécie já conheceu.

mr. president, to america!

1 Comments:

OpenID refogadoehortela said...

dia 9 de Novembro lá estarei para ver ao vivo

quinta-feira, novembro 06, 2008 5:22:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home