13 agosto 2007



dá-me vinho meu amor
dá-me vinho
vinho pela tua boca

deita-me junto ao rio
abraça-me contra a terra
abraça-me dentro de água

mas dá-me vinho
dá-me
sem parar
hoje quero ser tua
da maneira mais louca


y. k. centeno

2 Comments:

Blogger Nuno Guronsan said...

Lindo...
Vou investigar...
E, mais uma vez, acabas por ser o instigador...

Abraços.

segunda-feira, agosto 13, 2007 8:21:00 da tarde  
Blogger cristal said...

coen, um copo de vinho... isto já me parece o outono :)

terça-feira, agosto 14, 2007 2:12:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home