29 junho 2007


'e pela minha lei a gente era obrigada a ser feliz'

6 Comments:

Blogger Mateso said...

Promulga-a e rapidamente, pelo menos para que neste verão,as gentes sejam felizes, a sério mesmo....
Bela frase, mas melhor seria ,se a intenção fosse sempre essa ao longo de uma humanidade rica em caminhos tortuosos ,em nome de vãs epítetos e
irónicas solidariedades.
Beijos.

sexta-feira, junho 29, 2007 3:19:00 da tarde  
Blogger Gi said...

por mim, tê-la-ia promulgado no dia em que nasci e com efeitos retroactivos..
entendo o alcance do teu comentário - como choca, por vezes, constatar a distância que vai da 'utopia humanista' a esta coisa a que chamamos 'realidade' (aspas propositadas..). principalmente, quando a distância-caminho que medeia entre uma e outra conjuga algures a palavra 'possível'.
reencontrei(-me com) o chico esta semana. coisa linda esta modinha, como dizem no brasil. mais uma vez se prova que só os grandes conseguem ser simples.
obrigado pela tua visita,
flores idealistas, flores possíveis,
gi.

sexta-feira, junho 29, 2007 6:53:00 da tarde  
Blogger ana cristina leonardo said...

estou sem colunas de som, mas virei cá mais vezes
um abraço

sábado, junho 30, 2007 4:07:00 da manhã  
Blogger un dress said...

xico...de bigode...!! :)


vou ali ao lado ouvir bob dylan ...



e sim gi: oN beinG happY ... agree!

sábado, junho 30, 2007 12:08:00 da tarde  
Blogger Gi said...

olá, ana cristina
tantos anos a ler os seus escritos e agora 'por aqui' - isn't life full of suprises ;-)?
muito obrigado pela visita, neste jardim as flores fazem as honras da casa..
abraço,
gi.

un dress,
chico de bigode.. chico sem bigode.. chico terno, chico eterno.
on being happy? (ai, ai).
obrigado pela visita.
flores,
gi.

sábado, junho 30, 2007 5:01:00 da tarde  
Blogger Abssinto said...

Inspirado tema como o são quase todos. A voz triste,o violão...

abraço

domingo, julho 01, 2007 6:25:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home