14 novembro 2006

hoje aprendi (o que já sabia (que sabia))

8h45 da manhã, radar sintonizada (nem precisava de dizer, não é?), lá apareço eu outra vez no 'em repeat' do dia. até aqui tudo bem, é giro, claro que gosto de me ouvir (moderamente, mas sim dá-me uma pontinha de satisfação).. simplesmente, não é que 'os malandros' editaram a minha voz gravada, de modo a bater certo com a canção que passaram e que não era a que eu tinha escolhido!?! apesar de ser do mesmo 'artista' (jens lekman), a canção ('you are the light') era um pudim euro-disco, com o seu quê de azeite (mais do que um fio!).. a milhas da canção que eu verdadeiramente seleccionei ('when i said i wanted to be your dog')

lição 1:
a confiança demora quase uma vida a ganhar-se; mas perde-se antes das 9h da manhã (ou a qualquer hora).

lição 2:
entre amador e profissional-profissional, há um longo continuum de possibilidades (falo da radar, claro está).

hora de almoço, de um dia cheio de trabalho. como é que se pode preparar uma 'apresentação estratégica' (!) em 2 dias (para uma pessoa que é assim como que o novo chefe do meu chefe - que já é importante, numa escala qualquer), quando estamos constantemente a ser convocados, interrompidos, solicitados, para mais não sei quantas reuniões e discussões - que, em bom rigor, nem deviam ser da nossa responsabilidade?

lição 3:
às vezes, a vida é uma espécie de 100 metros barreiras. mas ad eternum, ad nauseam. nestas alturas, o melhor é seguir o mote do joão loureiro de outros tempos e 'surrealizar por aí' - e por aqui, que é onde estou (e onde o surrealismo pode ser terapêutico).

lição 4:
isto de sermos profissionais e termos brio pessoal é uma armadilha dos diabos. como diria o 'special one': é um 'mind game' tramado, daqueles em que jogamos dos dois lados do tabuleiro. qual 'champions league', qual quê!!

4 Comments:

Blogger Nuno Guronsan said...

Tantas lições assim no mesmo dia deviam ser proibidas, digo eu...

E Química FM, já experimentaste? Apanha-se um bocadinho mal, talvez porque aquilo está em remodelação. É em 105.4 fm. E olha que eu também sou um indefectível da Radar e essa tua notícia deixa-me um bocado desapontado. Vou já mudar para a Oxigénio! ;)

Abraço.

quarta-feira, novembro 15, 2006 11:29:00 da manhã  
Blogger Gi said...

deviam dar cadeia, assim mesmo!
..
chemical ? cool, brother! (vou experimentar, obrigado pela dica).
..
não queria, nem quero, desapontar ninguém. isto é como na vida: somos mais exigentes com aqueles de quem mais gostamos ;-).
..
oxigénio.. digamos que depende da hora e do dia. gosto especialmente das críticas de novos discos do rui portulez (?)- que fala de música electrónica com uma eloquência, um savoir-dire, uma ironia elegante.. que não é comum encontrar.

quarta-feira, novembro 15, 2006 12:51:00 da tarde  
Blogger Nuno Guronsan said...

Isto das afinidades via blogues é uma coisa tramada. Qualquer dia não tenho tempo para as minhas visitas diárias a todas estas afinidades... Já viste a minha vida.

E obrigado pela poesia do Ruy Belo (nunca tinha lido mas tinha imensa curiosidade). E com música de fundo com o calibre de Cat Power, ainda me soube melhor devorar as suas palavras.

quarta-feira, novembro 15, 2006 5:58:00 da tarde  
Blogger Gi said...

ruy belo & cat power - ora aí está uma dupla que faria furor num mundo verdadeiramente alternativo.
gostei da associação - improvável, como tantas histórias de amor.
peço desculpa por ter contribuído para a difícil gestão da tua agenda ;-), mas não peço desculpa por ter levado ruy belo até aí. é o mínimo que posso fazer por ele, retribuir através deste contínuo que somos (como bem disse ontem o antónio lobo antunes).
um abraço.

quinta-feira, novembro 16, 2006 7:10:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home